Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Auditorias > Institucional - Acesso à Informação
Início do conteúdo da página
Institucional - Acesso à Informação

Institucional - Acesso à Informação (57)

Quarta, 17 Junho 2020 12:23

Processos de Contas Anuais 2019

O Ministério do Meio Ambiente - MMA, cumprindo o dever legal de apresentar a prestação de contas aos órgãos de controle, nos termos da Instrução Normativa do Tribunal de Contas da União - TCU nº 63, 1° de setembro de 2010, da Instrução Normativa TCU nº 72, de 15 de maio de 2013, da Decisão Normativa TCU n° 178, de 23 de outubro de 2019 e da Portaria TCU nº 378, de 05 de dezembro de 2019, elaborou relatório de gestão sobre suas realizações concluídas até 31 de dezembro de 2019.   As informações apresentadas neste relatório refletem os resultados estratégicos da agenda ambiental conforme a estrutura regimental definida pelo Decreto nº 9.672, de 02 de janeiro de 2019. O MMA está estruturado pelas seguintes unidades: Secretaria Executiva (SECEX), Secretaria de Biodiversidade (SBIO), Secretaria de Florestas e Desenvolvimento Sustentável (SFDS), Secretaria da Qualidade Ambiental (SQA), Secretaria de Relações Internacionais(SRI) e Secretaria de Ecoturismo (SEEC).   RELATÓRIO DE GESTÃO 2019 BALANÇO FINANCEIRO 2019 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO 2019 BALANÇO PATRIMONIAL 2019 DEMONSTRAÇÕES DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS 2019 DEMONSTRAÇÕES DOS FLUXOS DE CAIXA 2019
Protocolo de importação de aves no Brasil serve para evitar entrada de patógenos
Sexta, 28 Fevereiro 2020 20:08

A última gaiola das ararinhas-azuis

Aves que serão reintegradas à Caatinga nordestina passarão por adaptação em recinto construído em Curaçá
Sexta, 28 Fevereiro 2020 20:07

Ararinha-azul terá um refúgio só para ela

Governo brasileiro criou área de proteção ambiental para reintroduzir ave em seu habitat natural
Autoridades e moradores estão ansiosos com reintrodução da ave em seu habitat natural
Sexta, 28 Fevereiro 2020 20:05

Seis anos para fazer a ararinha renascer

Primeiro ciclo do Plano de Ação Nacional para a Conservação da Ararinha-Azul deu foco às aves em cativeiro
Último passo do processo de reintrodução da ave em seu habitat natural será dividido em várias etapas
Operação para reintroduzir a extinta ararinha-azul na caatinga do nordeste brasileiro demandou diversas licenças no Brasil e no exterior
Aves que serão soltas nas redondezas de Curaçá serão monitoradas via conexão via satélite
As aves passarão por um período de quarentena antes e depois da chegada ao Brasil
Página 1 de 5
Fim do conteúdo da página