Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Notícias - InforMMA
Início do conteúdo da página
 
Sexta, 29 Junho 2018 17:00

Ministério do Meio Ambiente apoia Ecofriday 2018

Divulgação/ Mercado Livre
Evento debate sustentabilidade

Campanha realizada simultaneamente em sete países da América Latina visa promover a venda de produtos sustentáveis no Mercado Livre.


Brasília (29/06/2018) – Com o objetivo de incentivar o uso, a produção e o consumo de produtos sustentáveis, o Ministério do Meio Ambiente vai apoiar a 2ª edição da Ecofriday, promoção que será realizada de 20 a 27 de julho, em sete países da América Latina - Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Uruguai e Venezuela.

A Ecofriday é realizada pelo portal Mercado Livre, com o propósito de promover a venda produtos eletrônicos com viés sustentável, seja pelos aspectos de eficiência energética, por sua produção local, por serem desenvolvidos com materiais reciclados ou por sua capacidade de reduzir a emissões poluentes.

Para selar a parceria, a secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Rejane Pieratti, participou nesta sexta-feira do encontro "Rumos do Consumo Consciente", na sede da empresa em São Paulo. "Eles estão ampliando o leque, é o segundo ano do evento e, a cada ano, a oferta de produtos sustentáveis é ampliada. Todos ganham: o meio ambiente, o consumidor e as empresas", disse Rejane Pieretti.

No evento, que também contou com a participação do Sistema B para tratar dos desafios sobre o tema, a secretária apresentou os avanços do Plano de Ação para a Produção e Consumo Sustentáveis no Brasil. Para Rejane Pieratti, este tipo de campanha ajuda a formar a consciência do consumidor. "O que pensamos quando vamos fazer uma compra: em preço, em qualidade, mas a sustentabilidade é um atributo que pode servir como critério de desempate. ‘Já que este tem preço, qualidade e ainda é produzido de forma sustentável, vou levá-lo'", explicou a secretária.

Rejane Pieratti observou que na sede do Mercado Livre, por exemplo, são reciclados os resíduos orgânicos produzidos e que também produzem energia limpa com placas solares. "Para nós do MMA, a gente quer incentivar a sustentabilidade na indústria e no consumo. E quando apoiamos iniciativas como esta, estamos levando mais informação ao consumidor, para que o cidadão possa tomar sua decisão de forma clara, sabendo mais sobre a origem do produto", finalizou Pieratti.

PLANO DE AÇÃO

O Plano de Ação para a Produção e Consumo Sustentáveis é uma iniciativa do MMA que tem o objetivo de fomentar políticas, programas e ações que promovam a produção e o consumo sustentáveis no país. Tem seis focos principais: Educação para o Consumo Sustentável; Varejo e Consumo Sustentável; Aumento da reciclagem; Compras Públicas Sustentáveis; Construções Sustentáveis; e Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P). Esse último programa incentiva a incorporação de atitudes sustentáveis na rotina dos órgãos públicos de todo o país.

APOIO

O MMA apoia programas e projetos voltados para o conhecimento, a proteção, a recuperação e o uso sustentável dos recursos naturais. Promove o desenvolvimento de produtos e processos voltados para conservação e uso sustentável dos sete biomas brasileiros. Também visa estimular a adoção de tecnologias sustentáveis, especialmente nas atividades relacionadas à agricultura, ao agroextrativismo e à agroindústria e suas cadeias produtivas.

Executa o monitoramento e o combate ao desmatamento e às emissões de gases de efeito estufa. Prima pelo desenvolvimento sustentável junto às populações tradicionais, aos povos indígenas, aos assentamentos rurais e demais produtores familiares.

 

Por: Bruno Romeo/ Ascom MMA


Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)
(61) 2028-1227/ 1311/ 1437
imprensa@mma.gov.br



Fim do conteúdo da página