Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Notícias - InforMMA
Início do conteúdo da página
 
Quinta, 17 Maio 2018 22:30

Edson Duarte lança mobilização no Amazonas

Gilberto Soares/MMA
Edson Duarte e Amazonino Mendes

Objetivo é envolver os mais diferentes segmentos da sociedade em ações contra o desmatamento ilegal, em especial na Amazônia.


Manaus (17/05/2018) – Um dia após se reunir com o governador do Pará, Simão Jatene, para tratar da Mobilização Nacional de Combate ao Desmatamento Ilegal, o ministro substituto do Meio Ambiente, Edson Duarte, voltou a discutir o assunto com outro governador da região amazônica, o chefe do Executivo do Amazonas, Amazonino Mendes.

Lançada pelo ministério no dia 7 de maio em Cuiabá (MT), a mobilização tem o objetivo de envolver os mais diferentes segmentos da sociedade – governos federal, estaduais e municipais, poderes legislativo e judiciário e organizações não governamentais – em ações que levem à queda permanente e cada vez maior do desmatamento no país, em especial na Amazônia.

Durante o encontro com o governador, no Centro Administrativo, em Manaus, o ministro explicou que a mobilização tem como mote o desenvolvimento sustentável, portanto, não representa qualquer entrave para o setor produtivo.

Ele informou que, além dos governadores, já conversou com a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), com segmentos da cadeia produtiva da carne e da soja e com o setor madeireiro, tendo obtido boa recepção às ações da mobilização. Ele adiantou, inclusive, que vai procurar nos próximos dias a área de mineração para também incluí-la na mobilização.

“Queremos trazer todos para a legalidade. A ilegalidade é o pior atalho, pois pode tornar o desmatamento uma coisa corriqueira, natural”, disse o ministro, ao explicar que o melhor caminho para quem deseja fazer supressão de vegetação, o chamado desmatamento legal, é fazer a solicitação aos órgãos ambientais de governo. “Isso anula a ação dos criminosos”, enfatizou.

INTEGRAÇÃO

Amazonino Mendes considerou a visita do ministro “importantíssima” e garantiu que seu governo vai se integrar à mobilização nacional, principalmente agora no início do período seco na Amazônia, que é quando os desmatadores ilegais mais agem.

Ao final do encontro ficou acertada a realização de reuniões entre gestores do ministério e do governo estadual para definir um plano de trabalho conjunto. A primeira tarefa será mapear as áreas mais críticas e suscetíveis ao desmatamento no Amazonas, para dar início às ações concretas da mobilização nacional no estado.

Além do ministro e do governador, participaram do encontro o secretário de Biodiversidade, José Pedro de Oliveira Costa, e o diretor do Departamento de Florestas e Combate ao Desmatamento, Jair Schmitt, ambos do ministério, o diretor do Serviço Florestal Brasileiro Carlos Eduardo Sturm, a presidente nacional do Ibama, Suely Araújo, e os secretários estaduais do Meio Ambiente, Marcelo José de Lima Dutra, e da Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, Eliana Ferreira.

Mais do que as ações de comando e controle (fiscalização e punição), a Mobilização Nacional de Combate ao Desmatamento Ilegal prevê medidas de ordenamento territorial, regularização fundiária, assistência, fomento e valorização das atividades produtivas sustentáveis nos municípios mais afetados pelos desmatadores.

 

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Parceria reforça combate ao desmatamento

Todos contra o desmatamento ilegal

 

Por: Elmano Augusto, enviado especial a Manaus-AM/ Ascom MMA


Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)
(61) 2028-1227/ 1311/ 1437
imprensa@mma.gov.br



Fim do conteúdo da página