Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Notícias - InforMMA
Início do conteúdo da página
 
Terça, 14 Fevereiro 2017 20:00

Ministério fortalece proteção de áreas marinhas

Gilberto Soares/MMA
Sarney Filho: políticas para efetivar UCs

Sarney Filho declara como prioridade o estabelecimento de unidades de conservação em áreas sem conflitos do território brasileiro.

 


LUCAS TOLENTINO

O governo federal reforçará a proteção das áreas marinhas sob jurisdição brasileira. O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, reuniu-se nesta terça-feira (14/02) com representantes da Rede Nacional Pró Unidades de Conservação e de outras instituições para discutir ações voltadas para os ecossistemas marinhos. As medidas fazem parte da proposta levada pelo grupo com o objetivo de incrementar a atuação brasileira na agenda.

O ministro declarou que o estabelecimento de áreas protegidas sem conflitos está entre as prioridades da pasta. “Tanto faz se é na terra ou no mar, vamos fazer imediatamente as propostas que não têm problemas”, afirmou. Sarney Filho ressaltou que, além de criar unidades de conservação, o foco do governo será adotar políticas para, de fato, efetivá-las. “As sugestões sobre como criar e manter são extremamente importantes”, explicou.

CAMINHOS

O documento levado pela Rede Nacional Pró UCs inclui sugestões de recategorização, criação de novas unidades e ampliação de outras já existentes. “Trouxemos propostas com áreas que consideramos importantes, indo além da criação e trazendo alguns caminhos que podemos adotar para implementar essas áreas num futuro próximo”, resumiu a diretora executiva da Rede, Angela Kuczach.

Além de garantir a conservação, o objetivo é manter o papel de destaque que o Brasil tem desempenhado no contexto ambiental. “É uma agenda positiva, com repercussão internacional muito favorável”, explicou o vice-presidente do Instituto Augusto Carneiro, José Truda Palazzo Júnior. Entre as propostas para a implementação das unidades propostas estão mecanismos para a captação de recursos internacionais.

 

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227

 



Fim do conteúdo da página