Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Compromissos Estabelecidos na Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC)

 
Foram definidos compromissos e obrigações para todos os países (denominados Partes da Convenção) e, levando em consideração o princípio das responsabilidades comuns, porém diferenciadas, foram determinados compromissos específicos para as nações desenvolvidas. Os países signatários comprometeram-se a elaborar uma estratégia global “para proteger o sistema climático para gerações presentes e futuras”. 
 
O princípio das responsabilidades comuns, porém diferenciadas, afirma que as Partes devem proteger o sistema climático em benefício das gerações presentes e futuras com base na equidade e em conformidade com suas respectivas capacidades. Em decorrência disso, os países desenvolvidos que participam da Convenção devem tomar a iniciativa no combate à mudança do clima e seus efeitos, devendo considerar as necessidades específicas dos países em desenvolvimento, em especial os particularmente vulneráveis aos efeitos negativos da mudança do clima. 
 
 
Entre os compromissos assumidos por todas as Partes, incluem-se:
 
 ›  Elaborar inventários nacionais de emissões de gases de efeito estufa;

 ›  Implementar programas nacionais e/ou regionais com medidas para mitigar a mudança do clima e se adaptar a ela;

 ›  Promover o desenvolvimento, a aplicação e a difusão de tecnologias, práticas e processos que controlem, reduzam ou previnam as emissões antrópicas de gases de efeito estufa;

 ›  Promover e cooperar em pesquisas científicas, tecnológicas, técnicas, socioeconômicas e outras, em observações sistemáticas e no desenvolvimento de bancos de dados relativos ao sistema do clima;

 ›  Promover e cooperar na educação, treinamento e conscientização pública em relação à mudança do clima.
 
Os países desenvolvidos encarregaram-se, ainda, dos seguintes compromissos específicos:
 
 ›  Adotar políticas e medidas nacionais para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e mitigar a mudança do clima;

 ›  Transferir recursos tecnológicos e financeiros para países em desenvolvimento;

 ›  Auxiliar os países em desenvolvimento, particularmente os mais vulneráveis à mudança do clima, na implementação de ações de adaptação e na preparação para a mudança do clima, reduzindo os seus impactos.
Fim do conteúdo da página