Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Biomas > Pantanal > Cobertura Vegetal
Início do conteúdo da página

Mapa de Cobertura Vegetal

Pantanal

O que são Mapas de Cobertura Vegetal?


Em território brasileiro, o Pantanal cobre uma área estimada em 150.355 km2 (IBGE, 2004). Para o mapeamento da vegetação do bioma foram utilizadas 16 imagens Landsat, todas de 2002. A elaboração das cartas de cobertura vegetal na escala 1:250.000 obedeceu ao seguinte procedimento metodológico: reunião do material já existente, sistematização dos dados, trabalho de campo, inserção dos mapas no banco de dados georreferenciado e elaboração do relatório final. O banco de dados georreferenciado foi estruturado utilizando-se o aplicativo SPRING. Os trabalhos de campo compreenderam oito expedições, em cuja maioria a equipe foi formada por três botânicos e dois especialistas em geotecnologias. A classificação e caracterização das fitofisionomias mapeadas foram efetuadas em função de dados sobre a composição florística, estrutural e do ambiente, obtidos nos trabalhos de campo. Assim, estes foram fundamentais para verificar informações duvidosas sobre os limites das classes lançadas em mapas preliminares, permitindo ajustes e correções necessários à consolidação do mapeamento da cobertura vegetal atual.

Foram gerados os seguintes produtos finais:

1) mapa índice digital e impresso em escala 1:1000.000, contendo as iniciativas prévias de mapeamento do bioma Pantanal;

2) banco de dados em ArcMAP;

3) 20 cartas-imagem no recorte 1:250.000 e uma carta-imagem do mosaico final, em escala 1:1.000.000;

4) 20 cartas de vegetação em escala 1:250.000, apresentadas em formato digital e impresso;

5) relatório final.


Os dados obtidos indicam que o bioma Pantanal ainda é bastante conservado (ano base 2002), apresentando 86,77 % de cobertura vegetal nativa, contra 11,54% de áreas antrópicas (Tabela 1). As fitofisionomias florestais (Floresta Estacional Semi-decidual e Floresta Estacional Decidual) respondem por 5,07% da área do bioma, enquanto as fitofisionomias não-florestais (Savana [Cerrado], Savana Estépica [Chaco], Formações Pioneiras, Áreas de Tensão Ecológica ou Contatos Florísticos [Ecótonos e Encraves] e Formações Pioneiras) respondem por 81,70% da área do Pantanal. A Savana (Cerrado) predomina em 52,60% do bioma, seguida por contatos florísticos, que ocorrem em 17,60% da área. Com relação à área antrópica, nota-se que a agricultura é inexpressiva no bioma (0,26%), dando lugar à pecuária extensiva em pastagens plantadas, que equivalem a 10,92% da área do bioma e ocupam 94,68% da área antrópica.


Tabela 1
Caracterização do bioma Pantanal por Região Fitoecológica agrupada

Região Fitoecológica Agrupada

Área (Km2)

%

Vegetação Nativa Florestal

7.662,00

5,07

Vegetação Nativa Não-Florestal

123.527,00

81,70

Áreas Antrópicas

17.439,90

 11,54

Água

2.557,30

1,69

Total

151.186,20

100,00

 

Convém salientar algumas diferenças observadas entre este mapeamento e aquele do Plano de Conservação da Bacia do Alto Paraguai - PCBAP (Pott et al., 1997). Algumas áreas mapeadas no PCBAP como sendo da Região Fitoecológica do Cerrado, foram mapeadas como Chaco na sub-região do Nabileque; áreas mapeadas como Chaco (Td) foram mapeadas como ecótono de Floresta Decídua/Chaco na sub-região de Porto Murtinho; nas áreas constantemente alagadas, Pioneiras foram mapeadas onde antes eram campo e cerrado arborizado; da mesma forma, devido a alagamento, houve a interpenetração das espécies de pioneiras em outras Regiões Fitoecológicas, mapeadas neste trabalho como ecótono. Este refinamento no mapeamento foi possível devido à maior obtenção de informações em campo.


Os produtos gerados durante a execução dos trabalhos de mapeamento da cobertura vegetal do bioma Pantanal podem ser acessados no site do MMA por meio dos seguintes links diretos:


Foram gerados os seguintes produtos finais:


Instituições executoras:

Embrapa Informática Agropecuária
Embrapa Gado de Corte
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE
Instituto de Meio Ambiente Pantanal - IMAP/SEMA, MS.

Fim do conteúdo da página