Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Biomas > Mata Atlântica > Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica
Início do conteúdo da página

Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica

Projeto biodiversidade

O projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica (projeto Mata Atlântica) é coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente – MMA, no contexto da Cooperação Brasil-Alemanha para o Desenvolvimento Sustentável, no âmbito da Iniciativa Internacional de Proteção ao Clima – IKI do Ministério do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Alemanha – BMUB.

O objetivo do projeto é promover a conservação da biodiversidade e a recuperação da vegetação nativa em três regiões de mosaicos de unidades de conservação da Mata Atlântica, a fim de contribuir para a mitigação e adaptação à mudança do clima.

Produtos de comunicacao visual do Projeto Biodiversidade e Mudancas Climaticas na Mata Atlantica2     Produtos de comunicacao visual do Projeto Biodiversidade e Mudancas Climaticas na Mata Atlantica

O projeto Mata Atlântica é composto por um Módulo de Cooperação Técnica, por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, e por um Módulo de Cooperação Financeira, por meio do KfW Entwicklungsbank e por intermédio do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade – Funbio. Os módulos compartilham dos mesmos objetivos e executam atividades complementares, e juntos compõem o projeto Mata Atlântica.

O Módulo de Cooperação Técnica do projeto foi realizado entre abril de 2013 e março de 2018, tendo como foco principal a assessoria e a disponibilização de serviços para o desenvolvimento conceitual e metodológico, bem como a facilitação de parcerias e o desenvolvimento de capacidades. O Módulo de Cooperação Financeira foi iniciado em novembro de 2016 com prazo até dezembro de 2020, e visa a viabilização de investimentos de maior porte e escala para a implementação de ações de conservação e recuperação da Mata Atlântica.

Produtos de comunicacao visual do Projeto Biodiversidade e Mudancas Climaticas na Mata Atlantica copy  Produtos de comunicacao visual do Projeto Biodiversidade e Mudancas Climaticas na Mata Atlantica3

As atividades realizadas nesse projeto foram concentradas em três regiões onde se localizam mosaicos de unidades de conservação da Mata Atlântica: Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul da Bahia – MAPES; Mosaico da Mata Atlântica Central Fluminense – MCF; e Mosaico do litoral sul do Estado de São Paulo e do litoral do Estado do Paraná – Mosaico do Lagamar.

Adicionalmente, foram contemplados atores atuantes na Mata Atlântica na região Nordeste, localizados nos estados de Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí e Ceará, com um foco específico em medidas de desenvolvimento de capacidades e fortalecimento institucional.

Okasjdka

Os mosaicos foram entendidos como regiões prioritárias para o alcance dos objetivos do projeto, pois a gestão integrada das unidades de conservação e de suas áreas de abrangência possibilita a implementação de instrumentos de ordenamento territorial integrados e a incorporação de aspectos relacionados à mudança do clima, aprimorando as condições para a recuperação da Mata Atlântica e a conectividade dos seus ecossistemas. Além disso, propicia a manutenção e valorização dos serviços ecossistêmicos.

Por meio da implementação em três regiões definidas, esperava-se otimizar esforços, aumentar o impacto e a efetividade das ações realizadas, e obter bons resultados a longo prazo, visando construir modelos que poderão ser replicados em outras regiões da Mata Atlântica.

Saiba mais sobre os temas abordados e resultados alcançados pelo projeto Mata Atlântica acessando o menu ao lado ou clicando nos itens abaixo.  

mp2  
 
mp3   mp6

A implementação do projeto Mata Atlântica como um todo, suas experiências e aprendizados, foram sistematizados em uma publicação dividida em duas partes, Experiências e Aprendizados (Parte I) e Estudos de Caso (Parte II), com o objetivo de que as reflexões apresentadas permitam aprimorar a execução do Módulo de Cooperação Financeira do projeto e auxiliar na elaboração e execução de novos projetos de cooperação internacional no âmbito do Ministério do Ambiente, bem como de outras iniciativas correlatas aos temas e objetivos do projeto.

Os resultados já alcançados pelo projeto Mata Atlântica, e os que ainda serão alcançados na continuidade do Módulo de Cooperação Financeira, têm um grande potencial de promover impactos positivos na conservação e recuperação da vegetação nativa nas regiões de atuação do projeto e em toda a Mata Atlântica, tornando-se parte de uma estratégia de adaptação à mudança do clima baseada na conservação da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos.

Acesse a publicação pelo link abaixo:

Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica: Experiências e Aprendizados (Parte I)

Projeto Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica: Estudos de Caso (Parte II)

As seguintes instituições fazem parte da estrutura de governança do projeto Mata Atlântica: 
  Parceiros

SP

Bahia  

Parana 
Rio

 Pacto  

Rede



Fim do conteúdo da página