Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Biomas > Caatinga > Mapa de Cobertura Vegetal
Início do conteúdo da página

Mapa de Cobertura Vegetal

Caatinga

O que são Mapas de Cobertura Vegetal?


A Caatinga é o único bioma exclusivamente brasileiro, com uma área de 844.453 km2 (IBGE, 2004). Para o  mapeamento da vegetação do bioma foram processadas 54 cenas Landsat, todas de 2002.

As atividades executadas foram:

1) Levantamento das iniciativas de mapeamento do bioma;

2) Processamento digital de imagens de satélite;

3) Validação da interpretação e das classificações;

4) Integração de dados;

5) Vetorização e edição dos produtos cartográficos finais.

Os mapas são resultantes da classificação das imagens assistida por computador e do geoprocessamento de modelos digitais de terreno produzidos pela NASA. Resultados preliminares foram validados por equipes em campo, constituídas por especialistas em caracterização florística, fitofisionômica e fitossociológica, a partir de inspeção em pontos selecionados por critérios probabilísticos, de modo a dar representatividade ao mapeamento compatível com a escala de trabalho.

Foram gerados os seguintes produtos finais:

1) mapa índice impresso e digital das principais iniciativas de mapeamento existentes para o bioma;

2) base de dados consolidada, contendo os dados temáticos e cartográficos obtidos;

3) 48 cartas-imagem no recorte 1:250.000 e uma carta-imagem do mosaico final, na escala 1:5.000.000, em formato digital;

4) 48 cartas de vegetação na escala 1:250.000 e uma carta do mosaico final de vegetação, em escala 1:5.000.000, apresentadas em formato digital e impresso;

5) Relatório final.

Os resultados obtidos indicam que a Caatinga apresenta uma área de cobertura vegetal nativa da ordem de 518.635 Km2, o que equivale a 62,77% da área mapeada do bioma (Tabela 1). Esta estimativa inclui fitofisionomias de Caatinga (Savana Estépica na classificação adotada, 35,9%), encraves mapeáveis de fitofisionomias de Cerrado e de Mata Atlântica (8,43%), bem como as área de tensão ecológica (ecótonos e encraves não mapeáveis, 18%). Foram consideradas neste cálculo todas as áreas maiores de 40 ha bem conservadas e aquelas com sinais de atividade antrópica, mas que apresentam, na avaliação da equipe do projeto, amplas chances de regeneração ou possibilidade de convivência com intervenções de baixo impacto.

Tabela 1
Caracterização do bioma Caatinga por Região Fitoecológica agrupada

Região Fitoecológica Agrupada

Área (Km2)

%

Vegetação Nativa Florestal

201.428,00

24,39

Vegetação Nativa Não-Florestal

316.889,00

38,38

Áreas Antrópicas

299.616,00

36,28

Água

7.817,00

0,95

Total

825.750,00

100,00

 

Em 1990, o PNUD/FAO/IBAMA quantificou em 41,5% a vegetação nativa de quatro estados, contra cerca de 65% em 1984 (dados do RadamBrasil). O RadamBrasil foi finalizado em 1985, mas seus dados foram obtidos ao longo de duas décadas. Assim, ao invés de   uma redução brusca em apenas seis anos, este número reflete um período maior. A tendência obtida com estas estimativas apontava uma perda de cobertura vegetal no bioma da ordem de 500 mil ha por ano. Confrontando com a tendência encontrada em mapeamentos anteriores, que projetam algo em torno de 30 a 34% de cobertura vegetal, os resultados encontrados são compatíveis, sugerindo uma pequena desaceleração na taxa de desmatamento do bioma. Entretanto, estes números podem representar também, diferenças metodológicas na quantificação da cobertura vegetal nativa.

Os produtos gerados durante a execução dos trabalhos de mapeamento da cobertura vegetal do bioma Caatinga e disponibilizados até o momento podem ser acessados no site do MMA por meio dos seguintes links diretos:


Instituições executoras:

Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS
Associação Plantas do Nordeste - APNE
Embrapa Solos, Embrapa Semi-árido
Universidade Federal do Ceará - UFC
Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE
Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Centro de Recursos Ambientais da Bahia - CRA
Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia - SEMARH

Fim do conteúdo da página