Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Biomas > Amazônia > Mapa de Cobertura Vegetal
Início do conteúdo da página

Mapa de Cobertura Vegetal

Amazônia

O que são Mapas de Cobertura Vegetal?

 
A Amazônia é o maior bioma brasileiro, abrangendo em nosso país uma área de 4.196.943 km2 (IBGE, 2004). As tipologias de vegetação nativa e a ocupação antrópica no bioma foram levantados por meio da interpretação de 198 imagens Landsat (58% de 2002), em um banco de dados georeferenciado, utilizando o aplicativo Spring. Para interpretação das imagens foi elaborada uma chave de interpretação, onde a tipologia de uso e de vegetação foi associada às características fotointerpretativas dessas. Adicionalmente, foi feita uma videografia em 2005, com a obtenção de milhares de imagens e fotos laterais. Estas foram incorporadas ao banco de dados e utilizadas para sanar dúvidas de interpretação das imagens.


Foram gerados os seguintes produtos finais:

1) mapa índice digital e impresso, em que foram incluídas as principais iniciativas de pesquisa na área de biodiversidade existentes para o bioma, e também geradas tabelas com estas iniciativas para cada estado amazônico (AC , AP , AM , MA , MT , PA , RO , RR );

2) base de dados consolidada, contendo os dados temáticos e cartográficos obtidos;

3) 261 cartas-imagem no recorte 1:250.000 e uma carta-imagem do mosaico final, na escala 1:5.000.000 , em formato digital;

4) 261 cartas de vegetação na escala 1:250.000 (pdf e shp), 25 cartas de vegetação em escala 1:1.000.000 e uma carta do mosaico final de vegetação, em escala 1:5.000.000 , apresentadas em formato digital e impresso;

5) Relatório final .

A exatidão do mapeamento foi realizada comparando-se ao mapeamento do Sistema de Vigilância da Amazônia - SIVAM, obtendo-se um índice de acerto de 92,65%.

A vegetação predominante na Amazônia é a Floresta Ombrófila Densa, que corresponde a 41,67% do bioma. Cerca de 12,47% deste foram alterados por ação humana, sendo que 2,97% encontram-se em recuperação (vegetação secundária) e 9,50% encontram-se com uso agrícola ou pecuária. Todas as classes obtidas foram agrupadas nas categorias Vegetação Nativa Florestal, Vegetação Nativa Não-Florestal (Formações Pioneiras, Refúgios Ecológicos, Campinaranas Arbustiva e Gramíneo-Lenhosa, Savana Parque e Gramíneo-Lenhosa, Savana Estépica Parque e Gramíneo-Lenhosa), Área Antrópica, Vegetação Secundária e Água (Tabela 1).
Os resultados foram apresentados também segundo a divisão política-administrativa dos estados amazônicos. A porcentagem de florestas que permanece inalterada em cada estado é bastante diferente, variando de 23,82% no Maranhão a 92,84% no Amazonas.


Tabela 1
Caracterização do bioma Amazônia por Região Fitoecológica Agrupada

Região Fitoecológica Agrupada

Área (km2)

%

Vegetação Nativa Florestal

3.416.391,23

80,76

Vegetação Nativa Não-Florestal

178.821,18

4,23

Áreas Antrópicas

401.855,83

9,50

Vegetação Secundária

125.635,01

2,97

Água

107.787,52

2,55

Total

4.230.490,77

100,00

 

Figura 1: (A) Mosaico das imagens para o bioma Amazônia. (B) Mosaico final do trabalho de mapeamento da vegetação do bioma Amazônia.

Os resultados obtidos no presente trabalho são compatíveis àqueles divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE como parte do projeto PRODES, que é um projeto de levantamento das áreas de Floresta ombrófila densa desmatadas da Amazônia Legal, para o ano de 2002.

Pequenas diferenças nos resultados de ambos os trabalhos referem-se a diferenças metodológicas. O PRODES, por exemplo, utiliza como referência a área da chamada Amazônia Legal, que é cerca de 825.000 km2 maior que a área do bioma Amazônia. Além disso, o PRODES visa ao mapeamento de antropismo sobre fitofisionomias florestadas, enquanto o presente trabalho objetivou o mapeamento de uso e cobertura vegetal, independente da fitofisionomia. Dessa forma, também foram mapeados antropismos existentes nas fitofisionomias não florestadas. Outra diferença importante é que o PRODES não inclui o mapeamento de vegetação secundária, o qual foi incluído no presente trabalho.


Os produtos gerados durante a execução dos trabalhos de mapeamento da cobertura vegetal do bioma Amazônia podem ser acessados no site do MMA por meio dos seguintes links diretos:


Instituição executora:
Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais - FUNCATE.

Fim do conteúdo da página