Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Biodiversidade > Biodiversidade Aquática > Zona Costeira e Marinha > Campanhas de Conservação da Biodiversidade Marinha
Início do conteúdo da página

Campanhas de Conservação da Biodiversidade Marinha

Conduta Consciente em Ambientes Recifais

Os recifes de coral são considerados um dos mais antigos e ricos ecossistemas da Terra e a sua importância ecológica, social, e econômica é indiscutível. Os ambientes recifais são considerados, juntamente com as florestas tropicais, uma das mais diversas comunidades naturais do planeta.

Essa enorme diversidade de vida pode ser medida quando constatamos que uma em cada quatro espécies marinhas vive nos recifes de coral, incluindo 65% das espécies de peixes. Eles são ecossistemas marinhos encontrados em regiões de águas quentes e claras e formados pela deposição do esqueleto calcário de organismos como corais, algas e moluscos. São habitats importantes para peixes e outros recursos pesqueiros, dando suporte às espécies ameaçadas de extinção e abrigo para repteis como as tartarugas marinhas e mamíferos marinhos, como os golfinhos e baleias, por exemplo.

Campanha da Secretaria de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Projeto TerraMar, da Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), com o Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear (BMU), da Alemanha, por meio da empresa federal Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, com o Instituto Coral Vivo e o Instituto Recifes Costeiros/Projeto Reef Check Brasil. 

Ela tem como objetivo informar os usuários de áreas com recifes de coral da importância da manutenção do estado original destas áreas, divulgar a importância dos recifes de coral e incentivar uma prática com menor impacto durante as atividades recreativas no ambiente.

As áreas com recifes de coral atraem grande número de pessoas, tanto pela sua beleza natural quanto por estarem localizados em regiões turísticas. As visitas e o incentivo ao turismo local geram empregos e outras fontes de renda para a comunidade local. Informar a população sobre como visitar um ambiente sem gerar impactos, se constitui em um dos pilares do turismo responsável.

A primeira fase de divulgação da campanha teve seu foco nas unidades de conservação estabelecidas nos ambientes recifais, em 2001. Na segunda fase, a campanha foi ampliada para as demais áreas, contando com o apoio técnico dos gestores, equipes das unidades de conservação e parceiros locais, que voluntariamente estão disseminando a campanha para o entorno de suas áreas, além de operadores de mergulho, agentes de turismo, professores, alunos, moradores, pesquisadores e demais interessados, em 2009  Na terceira fase, em 2018 o foco é continuar informando a sociedade sobre como visitar um local com recifes de coral e gerar mínimo impacto.

 

Histórico de Campanhas Anteriores

Fim do conteúdo da página